7 lições de felicidade

7 lições de felicidade

O estresse, inevitavelmente, já faz parte de nossa vida diária e resulta difícil subtrair-se à tensão emocional do dia-a-dia. Mas há passos que podem ser dados, atitudes que podem tirar o protagonismo a essa indesejável sensação. Estamos Todos estressados, e os problemas que geram essa tensão são diferentes em cada pessoa.

Mulher jovem no sofá, relaxado
Há que aprender a relaxar e desconectar

As atividades óbvias para aliviar o stress são conhecidas: Exercício, dieta saudável e com “bom” sono. Mas por motivos que sejam, não as seguimos. E se, em maior ou menor medida, todos sabemos o que pode nos ajudar com o estresse –desligar-se, ir ao cinema, ler– por que não o fazemos?

Em qualquer caso, há pequenas coisas que mudar, que podem ser de muita ajuda para melhorar o nosso bem-estar.

 

1. Aprenda a dizer “não”

É importante ser capaz de dizer “não”, e desfrutar de mais tempo para nós, antepondo as nossas próprias necessidades e as do próximo. A distinção por sexo, as mulheres são as mais propensas a ser complacentes em excesso.

Comece por pensar que pedidos pode você responder com um “não”, pensando em você mesmo. Coloque suas necessidades na primeira fila e seja capaz de fazer o que quiser, mantendo o desejável equilíbrio. Vai ter mais tempo para sua família e seus amigos.

De maneira que diga que não pode ir ao cinema, se o filme não gosta, ou que não vai a esse plano de fim-de-semana com quem sabe que vai aborrecê-lo. Deste modo, irá priorizar o tempo pensando em você mesmo; e quando se sentir capaz de dizer “na verdade, minhas necessidades são as mais importantes” deixará de pensar que se sente obrigado a ir para lá e para cá, arrastado pelos outros. A gente sempre acaba por entendê-lo, também.

Quando começar a dizer “não” mais vezes, você vai ver como tem mais tempo para você e que você pode dizer “sim” para as atividades que realmente lhe enchem, seja esse longo passeio no sábado pela manhã ou a uma sessão de yoga do quinta-feira: será tempo para si, não negociável com os outros.

Simples atos de bondade envolvem surpreendentes efeitos positivos.

2. Planeje a semana

Para fazer certas coisas, como um exercício diário, comer de forma saudável ou ter um pouco de tempo para relaxar, o ideal é planear. Se tem apontadas, ninguém poderá evitar que as leve a cabo.

Pense nas semanas vindouras e pergunte-se se você tem tempo livre; eu Tenho planejado as sessões de ginástica ou a que horas eu vou fazer um pouco de exercício? Eu tenho pensado quando vou ir ver a Fulano, convalescente de sua operação? Deve ser mesmo o motorista, não o passageiro, e deve-se convencer disso.

Publicidade

3. Encha a geladeira de comida saudável

Você deve certificar-se de comer bem e de ter em casa o necessário. Saladas, frutas, vegetais, massas frescas… e para evitar pedir uma pizza ou comprar um hambúrguer de caminho para casa.

Pode encomendá-lo pela internet, além disso. Agora há serviços quase imediatos, que ajudam a manter um stock adequado de produtos saudáveis, a sua disposição para quando chega em casa.

3 atividades básicas que podem ajudá-lo a combater o stress

4. Fique atento, ou melhor: mime-se

Natureza-morta de frutas e legumes
Encha a geladeira de comida, mas que seja saudável

E mime-se a fundo, especialmente quando se sentir ultrapassado ou “queimado” pelos acontecimentos. Isso pode ser tão simples como ir para a cama a uma hora razoável (o que não é fácil para todo o mundo).

Se trabalham muitas horas. Muita gente trabalha muitas horas, de facto, e chegam a casa muito tarde. E conectar-se para ver uma série até às tantas, quando se tem que levantar as 7:30… É um erro, mesmo que pense que está desconectada. Na realidade, constitui uma importante causa de stress.

5. Desligue

Ou seja, desconecte-se. Aparte-se –literalmente– do PC, do tablet, do celular e da tv. Deixe-se de whatsapear, de mandar SMS e de palestras insustanciales, dê um passeio ou sente-se no terraço e desfrutar do burburinho das pessoas conversando, dos pássaros e das flores.

A tecnologia é estressante e deve resistir a cair constantemente em suas redes. Dê um bom banho, tome uma infusão e leia. As pessoas tendem a confundir a cama com um casino, um clube social, um super ou um banco e isso não é desligar-se, mas ao contrário.

Onde há que centrar os esforços para melhorar a auto-estima e acabar com a ansiedade

6. Esqueça um pouco das notícias

Se você está realmente estressado, não se sinta culpado por não ver o telejornal ou por não ler as manchetes da imprensa, pois podem criar um estado de ansiedade adicional.

Opte melhor por boa música, pela música “feliz”, que convide tararearla ao ouvir ou ler algo interessante, que lhe evada.

Publicidade

7. É fundamental saber relaxar

Dê prioridade ao relaxamento, pois correr para nada serve, e menos a você mesmo. Embora nem todo mundo se sente muito bem na solidão, tente passar algum tempo sozinho.

Ter sequer uma hora em casa para um mesmo pode fazer-nos sentir melhor. Um pouco de música suave de fundo, e meditar, é isso.

Use seus fones de ouvido no ônibus ou no metro quando ir ou voltar ao trabalho e ouça música suave que lhe permita entornar os olhos e meditar. Informe-se, porque existem várias aplicações na rede que podem ajudá-lo a fazê-lo.

7 lições de felicidade
Rate this post