7 maneiras de ajudar alguém com ansiedade

7 maneiras de ajudar alguém com ansiedade

Mulher triste

Dizer “não se preocupe” NÃO é uma delas


Ver um ente querido sofrendo de ansiedade, é difícil, como o é para o paciente sentir-se impotente. Mas há coisas que se podem fazer sem comprometer a gravidade do seu estado. Aqui nós coletamos os conselhos fornecidos pelo grupo de psicólogos desenvolvedores da appRemente para ajudar alguém com ansiedade.


1. Saiba a fundo


Chegou o momento de ajudar alguém, o primeiro passo é conhecer em profundidade o que é a ansiedade, e especialmente o que representa para o paciente. Comuníquense tão abertamente como podem, mas investigue por seu lado, tanto quanto você puder sobre os sentimentos da pessoa que sofre de ansiedade. Quanto mais você souber. Mais ajuda pode lhe proporcionar.


2. Ouça


Pode ser difícil entender por que alguém sofre de ansiedade em algumas situações, de forma que é só pedir e, acima de tudo, ouça. Muitos pacientes de ansiedade têm tal gente se vira de pensamentos que nem mesmo eles sabem qual ou quais são os fatores que desencadeiam a sua ansiedade. O simples fato de ouvi-los pode ajudá-los a arrumar as suas mentes e facilitará para que se sintam mais tranquilos.


3. Seja paciente


Muitos pacientes de ansiedade são dados a tirar conclusões imediatas e, uma vez que podem ser extremamente negativos, levar a pensar que seus próximos estão descontentes ou irritados com eles. Em vez de se sentir frustrado ou irritado por isso, tente falar com tranqüilidade a situação e buscar uma solução viável face ao próximo ataque de ansiedade.


4. Não trivialice


Não é uma boa ideia dizer a alguém ansioso “passe por ele” ou “não se preocupe”. É como quando nos sentimos tristes: não há graça que se frivolice nossa situação, e procuramos algo de empatia. A grande maioria dos pacientes de ansiedadd sabem que as suas preocupações e medos são irracionais, de modo que não precisam de que ninguém o diga. Escúchele, e deixe que o ataque se resolva por si só.

Casal maduro, passeando na praia

5. Faça-lhe companhia


Sair com amigos é uma boa maneira de atrapalhar os usuários de suas preocupações e pensamentos negativos. Se um amigo ou de alguém amado se sente particularmente ansioso, pergunte a ele se ele gostaria de fazer algo por você, só com você ou com mais amigos. Mas tenha em mente o seguinte ponto…

Publicidade

6. Não o pressione demais


Um dos problemas da ansiedade é que pode tornar o paciente completamente exausto. Se alguém que você conhece sofre de ansiedade, é muito provável que esteja em um estado de tensão mental muito alta, o que tanto física como mentalmente, pode ser cansativo. Lembre-se disso quando você tenta motivar alguém para iniciar qualquer atividade. Não necessariamente se deve a que não querem mas não podem, por seu extremo cansaço.


7. Fique atento a você mesmo


Passar muito tempo com alguém que sofre de ansiedade pode desgastar a própria saúde mental. Quando começar a sentir-se ultrapassado ou em tensão, certifique-se de dar uma pausa e faça algo que goste. É sempre melhor dar um passo para trás e relaxar: estar em tensão com uma pessoa ansiosa pode aumentar os seus níveis de stress, estabelecendo um indesejável círculo vicioso.

7 maneiras comprovadas de combater o stress

7 maneiras comprovadas de combater o stress

Quando você está submetido a tensões é difícil desfrutar da vida. Você pode encontrar-se acordado a meio da noite, com a mente em ebulição, pulando como uma mola com aqueles que te rodeiam, com constantes mudanças de humor e até com problemas de saúde, como a tensão muscular, dores de cabeça ou problemas digestivos, desde dores de estômago até a prisão de ventre.

Na verdade, uma das milhares de funções do corpo, é passar por curtas situações de estresse, com secreções de adrenalina, que nos motiva a continuar na luta diária e, em geral, nos faz reagir frente a situações anormais ou perigosas. Mas na vida moderna não nos deparamos com situações extremas, mas a uma constante pressão, uma tensão gerada por problemas de todo tipo: trabalho, pessoais, familiares, ambientais e, claro está, financeiras.

Mulher muito cansada, diante do computador
O resultado? As hormonas relacionadas com o stress estão presentes a maior parte do tempo. E, com o tempo, isso afeta a saúde. O estresse está associado não só à saúde mental, com problemas como a depressão–, mas também para a saúde cardíaca, por exemplo.

Quaisquer que sejam os fatores que lhe causam stress, há coisas que você pode fazer para minimizarlo. Aqui apresentamos-lhe 8 delas, de efeitos comprovados.

3 atividades básicas que podem ajudá-lo a combater o stress

1. Tome um banho de natureza

No Japão, que é de onde procede a técnica, o chamam de shinrin-yoku, e não, você não precisa de roupa de banho. É um banho, mas isso, de natureza. Uma pesquisa da Universidade de Essex, mostrou que o tempo gasto em um ambiente totalmente natural, é uma assinatura de levantar o ânimo. E outros estudos, japoneses estes, ainda aqueles que dizem que andar pela floresta é particularmente benéfico para eliminar o stress.

2. Dá as graças: adota o agradecimento

Aponta cinco coisas pelas quais se sentir grato. Este simples fato vai te fazer se sentir melhor e também tenha um sono mais à vontade, de acordo com um estudo levado a cabo nos Estados Unidos. Tente fazê-lo quando estiver ultrapassado e pode mudar imediatamente o seu estado mental.

Como deixar de lado o estresse do dia-a-dia.

Publicidade

3. Ponte música

Não nos referimos a esse chill-out mais ou menos de moda. Falamos de música que você gosta, que te faz sentir-se bem. De modo que coloque seus fones, aumenta o volume, e você vai ver como a tensão diminui. E também a tensão arterial: a música relaxa o sistema circulatório e restabelece o fluxo sanguíneo, ajudando-o a relaxar.

4. Saiba quando necessita de estar rodeado e quando só

Cada pessoa é um mundo, neste particular. Há quem precisa reunir-se na solidão de si mesmo, em completo silêncio, para recuperar a tranquilidade. Mas se você é extrovertido e gostou com outras pessoas ao seu redor, você pode encontrar que estar muito tempo só te deprime.

Pode valer qualquer uma das duas coisas, porque só depende do seu gosto e personalidade.

Homem andando sozinho

5. Ative sua “mindfulness”

Já sabe o que é o mindfulness: grosso modo, se concentrar no que está fazendo. E também já ouvi falar de “meditação midfulness”: simplesmente sentar-se e concentrar-se em sua própria respiração. Pode não ser fácil, e, em última instância, há diversas aplicações na internet que podem te guiar para realizá-los plenamente.

Se, com tudo, acha que não é capaz, passa a uma atividade que exija toda a sua concentração: pode ser cozinhar, podar as suas roseiras ou jogar ténis, ou as cartas. Terá os mesmos benefícios.

Como saber se os problemas vão além do dia-a-dia

6. Mova-se

Está provado que o exercício ajuda a eliminar o stress. Os químicos –hormônios– secretadas durante o exercício estão lá para motivador, recompensando o seu esforço e ajudando-o a eliminar o stress. O exercício cardiovascular, que faz o bombeamento cardíaco, tem se mostrado mais eficaz do que outras atividades mais tranquilas, mas qualquer coisa que você goste e desfrute valerá. (Por que não um “bambolê” ou uma corda de pular?)

8. Cuide daquilo que bebês

É tentador recorrer ao café para espabilarte quando você precisa estar cem por cento, ou o álcool para relaxar tensões depois de um dia duro. Mas o excesso de cafeína pode te colocar nervoso enquanto que o álcool, por sua parte -mesmo que seja temporariamente relaxante – você pode criar um estado de ansiedade no dia seguinte. Teste com um chá de ervas calmantes, como a velha camomila.

Publicidade
Dizer “não se preocupe” NÃO é uma delas

7 lições de felicidade

7 lições de felicidade

O estresse, inevitavelmente, já faz parte de nossa vida diária e resulta difícil subtrair-se à tensão emocional do dia-a-dia. Mas há passos que podem ser dados, atitudes que podem tirar o protagonismo a essa indesejável sensação. Estamos Todos estressados, e os problemas que geram essa tensão são diferentes em cada pessoa.

Mulher jovem no sofá, relaxado
Há que aprender a relaxar e desconectar

As atividades óbvias para aliviar o stress são conhecidas: Exercício, dieta saudável e com “bom” sono. Mas por motivos que sejam, não as seguimos. E se, em maior ou menor medida, todos sabemos o que pode nos ajudar com o estresse –desligar-se, ir ao cinema, ler– por que não o fazemos?

Em qualquer caso, há pequenas coisas que mudar, que podem ser de muita ajuda para melhorar o nosso bem-estar.

 

1. Aprenda a dizer “não”

É importante ser capaz de dizer “não”, e desfrutar de mais tempo para nós, antepondo as nossas próprias necessidades e as do próximo. A distinção por sexo, as mulheres são as mais propensas a ser complacentes em excesso.

Comece por pensar que pedidos pode você responder com um “não”, pensando em você mesmo. Coloque suas necessidades na primeira fila e seja capaz de fazer o que quiser, mantendo o desejável equilíbrio. Vai ter mais tempo para sua família e seus amigos.

De maneira que diga que não pode ir ao cinema, se o filme não gosta, ou que não vai a esse plano de fim-de-semana com quem sabe que vai aborrecê-lo. Deste modo, irá priorizar o tempo pensando em você mesmo; e quando se sentir capaz de dizer “na verdade, minhas necessidades são as mais importantes” deixará de pensar que se sente obrigado a ir para lá e para cá, arrastado pelos outros. A gente sempre acaba por entendê-lo, também.

Quando começar a dizer “não” mais vezes, você vai ver como tem mais tempo para você e que você pode dizer “sim” para as atividades que realmente lhe enchem, seja esse longo passeio no sábado pela manhã ou a uma sessão de yoga do quinta-feira: será tempo para si, não negociável com os outros.

Simples atos de bondade envolvem surpreendentes efeitos positivos.

2. Planeje a semana

Para fazer certas coisas, como um exercício diário, comer de forma saudável ou ter um pouco de tempo para relaxar, o ideal é planear. Se tem apontadas, ninguém poderá evitar que as leve a cabo.

Pense nas semanas vindouras e pergunte-se se você tem tempo livre; eu Tenho planejado as sessões de ginástica ou a que horas eu vou fazer um pouco de exercício? Eu tenho pensado quando vou ir ver a Fulano, convalescente de sua operação? Deve ser mesmo o motorista, não o passageiro, e deve-se convencer disso.

Publicidade

3. Encha a geladeira de comida saudável

Você deve certificar-se de comer bem e de ter em casa o necessário. Saladas, frutas, vegetais, massas frescas… e para evitar pedir uma pizza ou comprar um hambúrguer de caminho para casa.

Pode encomendá-lo pela internet, além disso. Agora há serviços quase imediatos, que ajudam a manter um stock adequado de produtos saudáveis, a sua disposição para quando chega em casa.

3 atividades básicas que podem ajudá-lo a combater o stress

4. Fique atento, ou melhor: mime-se

Natureza-morta de frutas e legumes
Encha a geladeira de comida, mas que seja saudável

E mime-se a fundo, especialmente quando se sentir ultrapassado ou “queimado” pelos acontecimentos. Isso pode ser tão simples como ir para a cama a uma hora razoável (o que não é fácil para todo o mundo).

Se trabalham muitas horas. Muita gente trabalha muitas horas, de facto, e chegam a casa muito tarde. E conectar-se para ver uma série até às tantas, quando se tem que levantar as 7:30… É um erro, mesmo que pense que está desconectada. Na realidade, constitui uma importante causa de stress.

5. Desligue

Ou seja, desconecte-se. Aparte-se –literalmente– do PC, do tablet, do celular e da tv. Deixe-se de whatsapear, de mandar SMS e de palestras insustanciales, dê um passeio ou sente-se no terraço e desfrutar do burburinho das pessoas conversando, dos pássaros e das flores.

A tecnologia é estressante e deve resistir a cair constantemente em suas redes. Dê um bom banho, tome uma infusão e leia. As pessoas tendem a confundir a cama com um casino, um clube social, um super ou um banco e isso não é desligar-se, mas ao contrário.

Onde há que centrar os esforços para melhorar a auto-estima e acabar com a ansiedade

6. Esqueça um pouco das notícias

Se você está realmente estressado, não se sinta culpado por não ver o telejornal ou por não ler as manchetes da imprensa, pois podem criar um estado de ansiedade adicional.

Opte melhor por boa música, pela música “feliz”, que convide tararearla ao ouvir ou ler algo interessante, que lhe evada.

Publicidade

7. É fundamental saber relaxar

Dê prioridade ao relaxamento, pois correr para nada serve, e menos a você mesmo. Embora nem todo mundo se sente muito bem na solidão, tente passar algum tempo sozinho.

Ter sequer uma hora em casa para um mesmo pode fazer-nos sentir melhor. Um pouco de música suave de fundo, e meditar, é isso.

Use seus fones de ouvido no ônibus ou no metro quando ir ou voltar ao trabalho e ouça música suave que lhe permita entornar os olhos e meditar. Informe-se, porque existem várias aplicações na rede que podem ajudá-lo a fazê-lo.